sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

SÓ.

Com a melancolia reconhecida
dos que falam consigo mesmo,
embora o teu nome não saia da minha boca
sei que o meu não brotará na tua.
Pronto para vestir mil trajes,
desempenhar mil papéis,
suplicante, imperativo, ressentido, amoroso,
e mesmo negando, reafirmo
a necessidade de ti.
-“Vês? Não me fazes falta!”
...e toda a minh’alma no “Vês?”... !!!
Suporto mal a idéia de não ser amado.
Sentir de novo em mim a solidão,
e o frio mortal dos espaços infinitos. – (Dario B.).

Um comentário:

  1. Ah, que bom saber que vc também é blogueiro! Gostei do que vi. beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...